Mudar, amar, transmutar... multiplicar as diferenças...

O tempo passa
E transmutar tem sido minha ocupação.
A minha própria transmutação.
Controvérsias,
E vou  mudando a direção.


Sobrando, enfim, um pedacinho de tudo,
Alguma coisa das histórias diversas.
Multiplicando e somando as diferenças.

É a multiplicidade desse todo que me conforta,
A multiplicidade em mim que me intriga
E é a multiplicidade nos outros que me fascina.



Comentários

  1. Muito interessante o blog !
    Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir...;

    www.bolgdoano.blogspot.com

    Muito Obrigada, desde já !

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Adormecer em um abraço