Fluir

Minhas várias faces
Antigas versões revisadas
Abandonadas no passado
Se revolvem.
Essas vozes gritam em meus ouvidos
Me expulsando de mim.
Ocupam todo o espaço
Proferem palavras desconexas.
Observo a discução, alheia
Isso já deixou de ser um monólogo, a muito tempo.
Elas se acalmam, se dirigindo novamente a mim
Em sussurros me aconselham.
Subverto-as.
Vocês não sabem o que quero.
Sei que está tudo trancafiado em algum lugar, escondido.
E a noite me silencia
A noite as silencia.
Sinto apenas o fluxo dos meus desejos
Fluindo
Apenas fluindo-me.
Apenas você fluindo em mim
Apenas você fluindo em mim
Fluindo...
Apenas você.

Comentários

Postagens mais visitadas