Não exija de mim palavras:


Quando não as tenho.

Não me peça atenção:

Quando estou perdida.

Não me aprisione:

Quando estou prestes a libertar-me.

Não quero nada me invadindo:

Quando preciso apenas que compreendas.

Comentários

  1. "Liberdade é pouco. O que desejo ainda não tem nome" (Clarice Lispector)

    Stephanie

    Libertadores teus escritos. Gostei muito.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. obrigada ;) Gosto muito de Clarice também...

    ResponderExcluir
  3. Linnndo!!!
    Parabéns, ansiosa por novos posts!

    Seguindo-te já!

    ResponderExcluir
  4. para quer exijir palavras
    se elas se expressão de forma
    sublime quando saem espontaniamente?...

    Adorei.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Adormecer em um abraço