Ventanias

Algumas pessoas são como o vento:

Chegam de repente, brincando nos seus cabelos e murmurando em seus ouvidos.

Rodopiam pela casa, mas, logo desaparecem pela janela

Vão bagunçar as nuvens

Deixando um pouco do ar que trouxeram

Para que sempre possamos lembrar delas como crianças que vem e voltam sem parar

E que cada vez que se vão a saudade toma os seus lugares.

Às vezes, nós também somos como o vento

Solitários, vamos e voltamos

Levando e trazendo em si,

Um pouco de tudo.

Um pouco de todos.

Alguma coisa de cada um.

Às vezes, somos como ventos úmidos do litoral,

Chorosos.

Às vezes, somos como ventos fortes de tempestade,

Frios.

Mas, muitas vezes podemos ser como ventos aconchegantes de outono ou primavera,

Frutíferos, luminosos e perfumados.



Comentários

  1. Poxa gostei dessa comparação, das pessoas com o vento. A vida é tipo o vento que passa, nunca é o mesmo. Me fez lembrar tudo que passou das pessoas que passaram, e eu prefiro tempestades.

    ResponderExcluir
  2. shuashu, talvez preferir tempestades signifique que você seja intenso... isso é bom hehe ;)

    ResponderExcluir
  3. Stephanie

    Percebi que está entre meus seguidores. Obrigada pela visita em meu espaço. Gostei de seu blog e deste maravilhoso texto sobre ventanias. Além de tocante é verdadeiro.

    Abração,

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Mensagem de Encerramento

Efêmero?