Movimento

Reina a fantasia

Reina a fugacidade

Reina a lembrança da mais tenra idade.



Foge a criança vivida

Foge da inocência devida

Foge para outra dimensão.


Sai da escuridão

Sai como um filho perdido

Sai sem ter nem mesmo feito o pedido.


Alcança o impossível

Alcança o inadmissível

Alcança a maturidade.


Desvenda a esfinge

Desvenda o paradigma

Desvenda e adquire o estigma.


Volta para matar a saudade

Volta depressa

Volta com ansiedade.


Chega para mostrar-te a verdade:


Que tudo reina

Foge

Sai

Alcança

Desvenda

E volta.



Não reina sem propósito

Não foge sem motivo

Não sai sem querer voltar

Não alcança sem objetivo

Não desvenda sem perguntar

E não volta sem querer sair

Pois nunca irá ficar.

Comentários

  1. Stephanie

    Vc é boa nisso, menina!
    Belo texto poético!

    ResponderExcluir
  2. a sua poesia é muito boa, é misteriosa.

    ResponderExcluir
  3. Linda Stephanie, diferente.....bjks....bom final de semana a vc.....amei seu blog.....minha primeira visita aqui.....amei, amei.....Bjks....Gil

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Mensagem de Encerramento

Efêmero?