Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

Movimento

Imagem
Reina a fantasia

Reina a fugacidade

Reina a lembrança da mais tenra idade.



Foge a criança vivida

Foge da inocência devida

Foge para outra dimensão.


Sai da escuridão

Sai como um filho perdido

Sai sem ter nem mesmo feito o pedido.


Alcança o impossível

Alcança o inadmissível

Alcança a maturidade.


Desvenda a esfinge

Desvenda o paradigma

Desvenda e adquire o estigma.


Volta para matar a saudade

Volta depressa

Volta com ansiedade.


Chega para mostrar-te a verdade:


Que tudo reina

Foge

Sai

Alcança

Desvenda

E volta.



Não reina sem propósito

Não foge sem motivo

Não sai sem querer voltar

Não alcança sem objetivo

Não desvenda sem perguntar

E não volta sem querer sair

Pois nunca irá ficar.

Ventanias

Imagem
Algumas pessoas são como o vento:
Chegam de repente, brincando nos seus cabelos e murmurando em seus ouvidos.
Rodopiam pela casa, mas, logo desaparecem pela janela
Vão bagunçar as nuvens
Deixando um pouco do ar que trouxeram
Para que sempre possamos lembrar delas como crianças que vem e voltam sem parar
E que cada vez que se vão a saudade toma os seus lugares.
Às vezes, nós também somos como o vento
Solitários, vamos e voltamos
Levando e trazendo em si,
Um pouco de tudo.
Um pouco de todos.
Alguma coisa de cada um.
Às vezes, somos como ventos úmidos do litoral,
Chorosos.
Às vezes, somos como ventos fortes de tempestade,
Frios.
Mas, muitas vezes podemos ser como ventos aconchegantes de outono ou primavera,
Frutíferos, luminosos e perfumados.


Imagem
Recordações



O vento gélido e ruidoso que me acompanha nesta noite sombria, Revela-me, sem nenhuma linearidade, inúmeras recordações.
A intensidade desses pensamentos representa a convulsão de sentimentos que me entorpecem.
Por que essa dor ceifa meus sonhos?
Essa dor me torna covarde.
O silêncio invade meu quarto:
Silêncio absurdo.
Sem palavras
Sem lágrimas
Sem sorrisos
Sem vida.
Desesperadamente indago:

Como pode um ser que ama viver sem amor?
Não pode, não há como e nunca haverá!
Quero paixões que alimentem meu corpo e meu espírito,
Quero sorrisos sinceros de amores singelos
Que assumem diversas formas.
Que me seduzem e me fazem querer sempre mais e mais amor.
Quero amar de diversas formas os diversos amores:
Amores amigos, amores confidentes, amores antigos e amores eternos.
Quero amar de forma única:
O Amor com fórmula  infinita e transcendental.