Imaginção reflexiva

Em uma sociedade que valoriza o prático,o rápido e lucrativo, não é tão surprendente que a maioria das pessoas se esqueçam de ser criativas. Tecnologias renovam-se para satisfazer novas necessidades. Porque pensar? se há alguém alguém pensando por você. Essas necessidades equivalem a sua realidade?
Desconsidere nesse caso, a imaginação corporativista, esta inclusive, desempenha um lucrativo papel competitivo, sendo 'matéria-prima' para a criação e desenvolvimento dessas tecnologias.
Está sendo ressaltado aqui, a importância da imaginação reflexiva, que pressupõe uma leitura crítica do próprio indivíduo, que possibilita transcencer a barreira do imaginável e da prórpia realidade.
Essa imaginação que carrega em sua essência a reflexão filosófica, fornece sentido na busca pelo que acredita-se ser impossível. Ao lançar-se ao novo, ao desconhecido, criando novas possibilidades.
Habituados com o rítmo frenético do cotidiano, não há "tempo" para pensar nessas novas possibilidades, pois, tudo o que é novo representa uma ameaça às velhas estruturas. Produz nos indivíduos com força imaginativa, vontade de superar tudo o que está pré-estabelecido como verdade ao longo da história.
Apartir disso nasce a necessidade de concretização, interferência na realidade. Eis aí a ameaça para algumas estruturas: indíviduos criativos que experimentam a liberdade de ir além, de questionar, ultrapassando os limites, criando novas idéias, novas formas e comportamentos, dando um outro sentido ao curso da nossa história.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Mensagem de Encerramento

Efêmero?