Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Meu São Jorge por nós

Quando vamos nos encontrar novamente?
Aguenta ainda meu olhar de serpente?
Quando meu guizo encontrar teu olhar de serpente?
Então se lembrará daquele sinal de infinito
E de como nosso nome será bendito
Em várias alvoradas
Quando meu guizo encontrar tua espada
Meu São Jorge do morro há de não reconhecer nada
Quando de repente eu encontrar tua espada.

Últimas postagens

Há dias que faltam tantos dias...

Adormecer em um abraço

Soledad

À infância um recomesso

Divagações sobre o amor

À uma grande amiga